Ir para conteúdo

Prefeitura
Acompanhe-nos:
Facebook
Twitter
You Tube
Sound Cloud
UNIDADES FISCAIS
URM - R$ 3,78
Notícias
Principal   Notícias
 

22/01/2019
Fique ligado! Tem escorpião por aí!

A Secretária Municipal da Saúde alerta a população viamonense quanto a possíveis acidentes com escorpião amarelo no município. Dados apontam 12 acidentes com o animal no Rio Grande do Sul, em 2018. Alguns deles ocorridos em cidades próximas ao município como: Canoas, Novo Hamburgo, Porto Alegre e São Leopoldo. Em Viamão não foi registrado nenhum caso de acidente com o escorpião amarelo, mas nem por isso a Prefeitura deixa de lado os cuidados com o problema.

 

Escorpião Amarelo

O animal tem pernas e cauda amarelo-claro e o tronco escuro. Mede até 07 centímetros. Seu veneno é injetado por um ferrão na ponta da cauda. Para a sua reprodução, a fêmea da espécie não precisa de macho, podendo gerar até 20 filhotes por vez.

 

Comportamento do escorpião e Prevenção

Os escorpiões têm hábitos noturnos, permanecendo escondidos de dia em locais úmidos e escuros. Para evitar sua presença é necessário limpar os terrenos, evitando o acúmulo do lixo e entulho, que são locais que podem atrair insetos, que servem como principal fonte de alimento ao escorpião.

Os escorpiões também podem invadir as redes de esgoto. Assim, é orientado a vedação de ralos e caixas de gorduras. Inseticidas e outros venenos não tem eficácia comprovada. Também é preciso atenção antes de vestir-se ou calçar sapatos, pois o escorpião pode estar escondido.

 

Fui picado: O que fazer?

A picada do escorpião, normalmente, causa sintomas como vermelhidão, inchaço e dor local, que dura algumas horas ou até dois dias. Alguns casos podem ser mais graves, causando enjoo, vômito, dor de cabeça, tontura, espasmo muscular, queda de pressão, suor, palidez, sonolência ou agitação. Em casos raros, a picada pode causar arritmia e parada cardíaca, podendo causar até morte.

Em casos de picada de escorpião, os primeiros socorros são:

- Lavar o local da picada com água e sabão;

- Manter o local da picada voltado para cima;

- Não fazer torniquete, cortar, furar ou apertar o local da picada;

- Beber bastante água;

- Dirigir-se imediatamente ao serviço da saúde mais próximo.

 

Informações:

Ao se deparar com um desses animais, evite contato e ligue para o Departamento de Vigilância em Saúde de Viamão: (51) 3434-0395, ramal 24.

O Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul (CIT) também pode ser acionado, tanto por profissionais de saúde, quanto pela população. O atendimento é durante 24 horas pelo telefone 0800 721 3000.

 
 
 
 
Telefone Entre em contato
(51) 3492-7600
Localização Praça Júlio de Castilhos, s/n
CEP: 94410-055 - Viamão/RS
INFORMATIVOS DA PREFEITURA
© Copyright Instar - 2006-2019.
Todos os direitos reservados Instar
Atendimento: Segunda a Sexta das 8:30h às 12h e das 13:30h às 17h
Seta
icone instar © Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados.